Ikebana Sanguetsu

O Kado Sanguetsu (Ikebana Sanguetsu) foi instituído como Academia de Ikebana em 1971, tendo como base os estudos que Mokiti Okada realizou na década de 1940.
A Academia tem como base os vários ensaios filosóficos de Mokiti Okada.
Pregava sempre a Formação do Paraíso por meio das flores, dizendo que a flor tem o poder de eliminar os pensamentos negativos e que, por isso, era importante ornamentar com flores todos os locais onde se reunissem pessoas.
Ele nos ensinou com que espírito e sentimento devemos fazer as vivificações florais, fundamentado nos seguintes itens:
  • “A flor tem sentimento.”
  • “Preservar a vitalidade da flor.”
  • “Conservar o seu aspecto natural.”
  • “Usar pouco material.”
  • “Vivificar com alegria, como se estivéssemos
  • pintando um quadro.”
Em síntese, ele pregava o respeito à grande natureza, na prática da arte da Ikebana, e na misteriosa força que a flor possui.
O nome Sanguetsu foi inspirado na casa de Cerimonia do Chá, construída por Mokiti Okada, na cidade de Hakone - Japão, chamada “Sanguetsu An”.

“San” significa Montanha
“Guetsu” significa Lua
“An" Denominação para casa da Cerimônia de Chá.
 
Trata-se de uma referência à imagem da Lua erguendo-se atrás das montanhas.
Com base nessa filosofia e no desejo de proporcionar maior encanto à vida, purificando o sentimento do homem e da sociedade por meio das flores, foi fundada a nossa academia Sanguetsu.

Associada:

Maria de Lurdes Oliveira Francisco




Contato:  ikebana.sanguetsu@ikebana.org.br



 



























© Ikebana 2017
Associação de Ikebana do Brasil
Rua São Joaquim, 381 – 3º. AND. – SL.33 – CEP 01508-001 – Liberdade – São Paulo – SP